Proibido o consumo para menores de 18 anos

Se Beber não dirija

15 de agosto de 2017

“Se beber, recicle”

>>>“Se beber, recicle”

Alfredo Borret é um apaixonado pelo Rio, e demonstra esse amor com atitudes.

O carioca de 36 anos desenvolveu um projeto simples e muito interessante. Ele viu o potencial que um lixo comum e, muitas vezes, ignorado poderia ter como obra de arte. Assim, Alfredo começou a cata tampinhas de metal para criar algo, sempre passando uma mensagem de descarte correto de lixo, reciclagem e, acima de tudo, produção consciente.

Suas idéias se transformaram então nas Ecotampas que, quase sempre homenageando a cidade do Rio de Janeiro, transforma tampinhas de garrafa em artes diversas: imãs de geladeira, chaveiros, velas, brincos, bottons, brinquedos, jogos, quadros, obras de arte e etc.

Sua principal intenção é despertar o olhar para a reciclagem, usar o lixo de uma maneira nunca antes pensada. Começou em 2007 com pequenos artesanatos e trabalhava de forma voluntária, distribuindo brindes (imã de geladeira) em pontos turísticos e assim transmitindo a mensagem: “se beber, recicle. Esta tampinha demoraria mais de 100 anos para se decompor na natureza”.

Formado em Marketing, largou tudo para se dedicar ao seu projeto, e hoje ganha a vida com isso. Além de artista plástico, trabalha a educação ambiental através de oficinas e palestras. Sua arte tomou proporções enormes, aparecendo várias vezes na mídia, entrando em feiras internacionais de sustentabilidade, exposições e, consequentemente, inspirando pessoas ao seu redor.

“Temos infinitas problemáticas sociais e a que mais me preocupa é o lixo. Carrego a bandeira da reciclagem e da sustentabilidade. Já retirei mais de uma tonelada de tampinhas das ruas. Através da minha iniciativa, desperto um novo olhar para os microlixos, em especial as tampinhas de metal. Meu objetivo é chamar a atenção das empresas fabricantes de bebidas, multiplicar essa atitude e deixar esse legado” – diz Alfredo.

Quando questionado sobre propostas para tornar sua cidade realmente maravilhosa, a resposta é imediata: “Educação. Em tudo e em todos os sentidos”.

E nessa quinta-feira ( 17 de agosto ), o Galpão das Artes Urbanas/Comlurb inaugura a exposição de arte sustentável “Se Beber, Recicle”, do Alfredo Borret.

Nesta segunda exposição que o artista plástico apresenta no GAU – a primeira foi em 2014 -, serão mostradas cerca de 20 obras, entre quadros e esculturas, todas são releituras de obras de artistas famosos e consagrados, de obras abstratas e de fotografias, dentro do seu universo de arte em torno de tampinhas metálicas de garrafas. 

Poderão ser vistas, por exemplo, releituras da grande obra de Leonardo da Vinci, Mona Lisa; e de fotos de Alan Chaves (“Colhendo o Futuro”) e de Ronieri Aguiar.

Com sua arte, Borret já retirou mais de uma tonelada de tampinhas das ruas.

Inauguração: 17 de agosto de 2017 – 19h às 22h

Visitação: 18 de agosto a 20 de outubro

Local: Galpão das Artes Urbanas Helio G. Pellegrino – GAU

            Av. Padre Leonel Franca, s/n° – Gávea

            55-21-3890-4960 / 99002-1981

            galpaodasartes@gmail.com

            facebook.com/galpaodasartes.urbanas

Horário: Segunda a sexta, das 9 às 17h

Praya no Instagram: